Walking Tours são ótimas alternativas de passeios nas grandes cidades

Atualizado: Jun 6



Bom , bonito e barato! Quem não gosta dessas três palavras juntas quando o assunto é adquirir um produto ou serviço? Mas vale ressaltar que não pode ser bonzinho, bonitinho e baratinho!

No turismo a modalidade a dos Free Walk Tours já ganhou o mundo e vem se consolidando com uma boa opção para quem viaja principalmente para as grandes capitais.

Em geral esses passeios são marcados pela internet em um ponto de encontro de muito movimento. Um guia recebe os interessados em conhecer a rota sugerida e o grupo é formado na hora. Nas versões tradicionais não existe um valor pré-definido. Cada turista paga aquilo que achar justo ao final do passeio e (quase sempre) todos saem felizes.

O interessante nessa modalidade é que não há necessidade de uma longa programação. Pode ser aquele passeio que pintou por uma emergência, ou devido a uma alteração na programação do dia. De qualquer forma, vale a pena ficar atento ao que é oferecido e se o roteiro é realmente relevante para os participantes.


Os temas são os mais variados possíveis. Vão desde aqueles caminhos bem batidos nos grandes monumentos até cantinhos que somente “locais” podem indicar. É justamente essa segunda opção que faz toda a diferença. A vantagem de receber informações de quem está habituado a circular pela cidade é muito importante e pode fazer com que o turista descubra locais que jamais estarão nos grandes guias turísticos que circulam pelo mundo.

Ainda assim, vale a pena ficar atento ao que as pessoas falam a respeito desses walk tours. Sites como Trip Advisor, Google ou até mesmo as redes sociais são ótimas fontes de informações para saber se realmente a caminhada é bem dirigida.



No Brasil essa modalidade também já está bem difundida, principalmente no Rio de Janeiro e São Paulo. Entre os cariocas as caminhadas pela Lapa, Santa Teresa e região histórica do centro da cidade são as mais procuradas, com destaque para os passeios que visitam os locais frequentados pela família imperial, quando ela desembarcou por aqui no século XIX. Já em Sampa, o bairro da Liberdade e os tours gastronômicos são bem disputados.

Apesar da versão mais tradicional ser chamada LIVRE, também existem alguns tours que de tão famosos já exigem agendamento e pagamento de ingressos pré-definidos. Nesses casos eles são bem específicos e com guias que realmente sacam muito do assunto. Podemos citar por exemplo O Beatles Walk Tour (Londres) e a visita ao campo de Concentração de Sachsenhausen (Berlim), que também conta com um trecho feito de trem. Nesses dois casos os detalhes informados pelos guias fazem muita diferença e para quem curte o assunto vale muito a pena garantir presença antes mesmo de pegar o avião.

De qualquer forma, é sempre bom antes de embarcar já deixar anotado algumas opções de free (ou not free) walk tours em sua agenda. Vai que você precisa completar sua programação com uma opção diferente do que havia planejado?

Segue abaixo algumas opções de grandes cidades que contam com essa modalidade:


Free Walk Tours Rio de Janeiro

Rio Free Walking Tour (Trip Advisor)

São Paulo Free Walking Tour Strawberry Tours (Bogotá) Free Tour Campo de Concentração (Berlim)

London Beatles Tour (Londres)

Discorver Walks (Paris)


#Turismo #Viagem #Viajar #WalkingTour

2 visualizações
  • Facebook - círculo cinza
  • Twitter - círculo cinza
  • Instagram - Cinza Círculo
  • Grey Spotify Ícone
  • Cinza ícone do YouTube